Site do Psicólogo - Psicólogo José Carlos Vitor Gomes

SEJA BEM VINDO

Psicoterapia Online com José Carlos Vitor Gomes Psic.

Desde 1980 aprendendo a ajudar pessoas!

Atua como psicólogo clínico, psicoterapeuta familiar e de casal desde 1979. Fez cursos de especialização nos Estados Unidos, Argentina, Colômbia, Itália e no Brasil. Foi um dos pioneiros na divulgação da psicoterapia familiar no Brasil. Foi organizador de 53 eventos com celebridades nesta área com a participação de mais de vinte mil profissionais brasileiros.

SAIBA MAIS
ÁREAS DE ATUAÇÃO

Abordagens

A pessoa humana sofre geralmente por estar fora do seu lugar no mundo, quando não consegue encontrar o seu lugar, quando ocupa um lugar errado, um lugar que lhe pertence; se equivocando, usando meios ilícitos o fazendo escolhas erradas, aqui estão algumas de minhas abordagens que utilizo em sessões para trazer o melhor resultado para meus pacientes.

Abordagem Sistémica

Nesta abordagem desenvolvida pelo grupo de Palo Alto, Califórnia, a preocupação do terapeuta é mais centrada nas relações, com o que se passa entre as pessoas no grupo, com a comunicação interpessoal, com a linguagem dos participantes dos grupos. É claro que as pessoas também são importantes, mas o foco está no que acontece entre elas.

TENHO INTERESSE

Visão Fenomenológica

Procura-se ver as coisas como elas “são”, prestando atenção nos fatos em sua concretude, nos acontecimentos objetivamente colocados e sem o uso das interpretações, facilitando para que o paciente perceba a realidade como um fenômeno o mais próximo possível do que ele é.

TENHO INTERESSE

Logoterapia e Análise Existencial

Procura-se ver o mundo, as coisas e os fenômenos como eles são, como algo que tem sentido em si mesmos e cujo sentido precisa ser descoberto, porque os fatos e a vida são plenos de sentido e quando este sentido é perdido ou não é encontrado pessoa cai num profundo vazio existencial por falta de sentido para a vida.

TENHO INTERESSE

Análise Constelacional

Trata-se de um recurso desenvolvido por este autor, onde partimos dos conhecimentos desenvolvidos por Bert Hellinger, Ivan Boszormenyi-Nagy e das constelações familiares sistêmicas. Com esta abordagem trabalhamos com paciente individual sem necessariamente fazer constelações familiares, mas eventualmente até recorrendo a elas, para ajuda-los a partir desta referencia teórica.

TENHO INTERESSE

Constelações Familiares

Com as constelações familiares podemos perceber e resolver situações pendentes que trazemos dos nossos antepassados, dos nossos ancestrais, coisas herdadas que nos impeçam de crescer e evoluirmos para sermos livres e sermos cada vez mais nós mesmos. Fizemos uma extensa formação com Peter Spelter, Ivan Boszormenyi-Nagy e Bert Hellinger.

TENHO INTERESSE
PROPOSTA DE TRABALHO

O que faço

O terapeuta ouve o paciente, faz lá os seus questionamentos e juntos chegam às crenças, aos métodos errados de vida, ao que precisa e pode ser mudado em sua vida e ao que é infelizmente impossível de ser transformado. Algumas coisas podem ser mudadas e outras não.

A terapia nos ajuda a fazer as mudanças que podem ser feitas, ou a sermos forte para compreender a aceitar o que é impossível de ser mudado.

Quando uma pessoa ocupa o lugar errado, um lugar que não é seu no mundo ela provavelmente não conseguira ser feliz.

Há muitas formas de ocupar um lugar errado. Ocupar um lugar errado poderia ser, por exemplo, uma traição, estar do lado de alguém comprometido com outra pessoa sem resolver honestamente as nossas vidas.

Ocupamos o lugar errado quando estamos num cargo sem estar devidamente preparado para ele, quando estamos na profissão errada, quando dirigimos um carro sem estarmos devidamente habilitado, quando ocupamos uma posição que não é a nossa e não nos pertence por mérito e por direito.

Ocupamos o lugar errado quando usamos coisas que não nos pertencem ou não foram conseguidas legitimamente e honestamente, em harmonia com o outro e com o mundo.

As situações como as descritas acima geram sentimentos culpas, criam todos os problemas que precisamos ter para não nos sentirmos dignos merecedores do prazer, dos benefícios da vida, da felicidade, da paz, da alegria e da saúde. Nós nos tornamos incapazes de viver bem a vida, de amar e sermos amados, de usufruirmos a graça de viver e de ocuparmos felizes e saudavelmente o nosso lugar, o lugar a ser ocupado no mundo.

Sim existe. Existe um lugar potencial ao lado de alguém. Existe um lugar na família mesmo que já tenha falecido. Todos falecem, mas a morte seja um fim. Continuamos sendo cônjuges, filhos, pais, irmãos e amigos apesar da morte das pessoas. Existe um lugar no sistema, no coração das pessoas, dos amigos e dos seus familiares.

Existe um profissional. Existe uma missão somente sua. Existe um trabalho e um amor somente seu, um lugar reservado exclusivamente para você no mundo.

A terapia ajuda você descobrir a sua vocação e o seu lugar e a assumi-lo.

Viver bem é ser e realizar aquilo que somos. Vivemos para ser aquilo que somos. O amor que afirmamos ter está naquilo que fazemos, muito além das nossas intenções, dos nossos desejos, além dos sentimentos e dos pensamentos.

Quem ama é quem realiza atos de amor.

O nosso patrimônio são os nossos vínculos e o nosso sistema. A nossa riqueza é mais do que aquilo que temos. A nossa riqueza é aquilo somos e vivemos “com” os outros. A felicidade individual só é possível como resultado de um bem-estar sistêmico.

Quando uma pessoa sabe qual é o seu lugar no mundo, seja no plano amoroso ou profissional, então ela saberá o que deseja e o que precisa fazer para levar adiante a sua missão e assim ela pode se preparar, se treinar, se corrigir a alterar a sua rota existencial para chegar onde deseja.

Portanto, “nunca desista dos teus sonhos”, desde que eles não sejam sonhos egoístas, porque ninguém seria feliz prejudicando ninguém, nem excluindo ou ocupando um lugar que não seja legitimamente o seu lugar.

E qual é o lugar certo do Homem, realmente humano, saudável e justo senão o lugar do amor, o lugar da justiça, da ética e da paz?

A partir de então, a pessoa sairia do seu vazio existencial, encontraria um sentido para a sua vida e uma razão para viver e passaria a ter um “para quê viver” e um “para onde ir” e assim ficará mais fácil encontrar também um “como” viver (Nietzsche, Frankl).

Quando alguém sabe para onde ir ele sempre encontra “como” chegar lá. (Nietzsche)

Somente nos realizaremos e seremos felizes, com saúde e sem culpa, quando os nossos objetivos de vida são “ecológicos”, com amor, com respeito, em harmonia com o meio ambiente e com os outros.

Segundo Erickson: Se você quer realmente crescer na vida, faça com que as pessoas à sua volta cresçam com você. “If you want to grow up in life, drag people with you.”

Quando a pessoa está fora do seu lugar e do seu eixo, existe a necessidade de um projeto de vida para o seu reposicionamento frente á vida e o seu destino, para um melhor posicionamento frente ao mundo, ao ecossistema, ao seu meio social, familiar e profissional.

Os métodos errados de vida são recursos que o paciente mantém para ser infeliz, ou para fazer auto-sabotagens. Eles são fundados em pactos inconscientes, culpas e expiações, pactos autopunitivo mantidos por uma espécie de “lealdade invisível” e oculta com os nossos ancestrais.

Cada um de nós vive a procura de uma razão para viver e de um sentido para a vida e a falta disto nos deixaria num imenso vazio existencial que, segundo Viktor Frankl, Ivan Boszormenyi-Nagy e Bert Hellinger seriam razões para as nossas neuroses.

O paciente faz um plano de vida.

Feito o plano de vida pode-se até aplicar técnicas de mudança de comportamento proveniente de quaisquer abordagens, porque elas só poderiam ser efetivas quando o paciente tiver bons motivos para viver bem.

O terapeuta resgata com o paciente o seu interesse pela vida quando ele descobre o seu lugar e a sua missão.

Sem isto, provavelmente nenhuma técnica e nenhuma teoria funcionaria, nenhuma cura seria efetiva, porque o que cura é fé e o efeito placebo que ela gera em torno das técnicas, dos terapeutas e dos medicamentos.

QUEM SOU

Psico. José Carlos Vitor Gomes.

Desde 1979 estuda e trabalha com psicoterapia familiar. É considerado pioneiro na implantação do trabalho de educação sexual escolar com 9 anos de experiência em educação sexual entre 1980 e 1989 na Secretaria Municipal da Educação de Campinas tendo com supervisora a Dra. Marta Suplicy.

Resumo Curriculum Vitae

  • Técnico em eletrotécnica pelo COTUCA Colégio da UNICAMP em 1973.
  • Formado em Psicologia em 1980 na Universidade Católica de Campinas, SP.
  • Formado em Filosofia em 1979 na Universidade Católica de Campinas, SP.
  • Especialista em psicoterapia antiqueixa com van de Aardweg pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas em 1978.
  • Master em PNL.
  • Especialista em aconselhamento e pastoral familiar Eirene, Colômbia, 1985.
  • Especialista em logoterapia e análise existencial pela Universidade Católica de Porto Alegre e pela Sobral em 1984.
  • Especialista em psicoterapia clínica pela PUCSP em 1989.
  • Especialista em hipnose ericksoniana pela The Milton H. Erickson Foundation.
  • Practitioner em PNL.

Livros Publicados

Foi editor de 96 livros em diversas áreas de psicoterapia para divulgar pensamentos, abordagens até então ainda desconhecidas no Brasil, trabalhos de autoridades brasileiras ainda sem espaço no mercado editorial do país.

O direito de matar - Necropolítica

SAIBA MAIS

Breve história da vacina: Pulsão de vida e morte

SAIBA MAIS

O sentido como terapia: Da Logoterapia à Hipnose

SAIBA MAIS

A história do Diabo inventado pelo homem

SAIBA MAIS

O Caçador de Si Mesmo

SAIBA MAIS

Manual de psicoterapia familiar

SAIBA MAIS

Logoterapia – A psicoterapia existencial de Viktor Frankl

SAIBA MAIS

A prática da Psicoterapia existência

SAIBA MAIS

Hands of faith

SAIBA MAIS