Site do Psicólogo

Blog › 29/05/2019

O sentido da oração

Pesquisa baseada na Spiritual Science Research Foundation e na obra Na luz da Mediunidade de Sra. Terezinha Oliveira

DIFERENÇA ENTRE PRECE E ORAÇÃO

Prece Terezinha de Oliveira é telefonar para o além

Prece, prex, precis é qualquer um pedido, um clamor a Deus, algumas palavras espontaneamente dirigidas a Deus ou a uma divindade, e pode ser apenas em pensamento com a mente. São intenções bem focadas.

Proseuchomai em grego. É “uma palavra sincera dirigida à face de Deus”, invocar, pedir, é um pedido, simples e espontâneo, por reverenciar, seja por clamor ou como um agradecimento, podem ser apenas pensamentos.

Manifestação da gratidão.

Oração, oratio, (hora de ação) ou de atitude, tem mais a ver com oratória ou com a declamação de um poema sacro, uma oração é algo feito como, por exemplo “O pai nosso”, “Ave maria”, “prece de cáritas, etc.

COMO FUNCIONA A ORAÇÃO OU A ORAÇÃO?

Há dois tipos de oração:

– Uma que solicita benefícios do mundo e pede por vantagens e/ou busca por algum resultado. É algo mais interesseiro

 – O outro tipo de oração é aquele se volta para o crescimento espiritual, é talvez mais um   louvor ou agradecimento. É algo mais espiritual.

O PODER DA MUDANÇA

Pesquisas mostraram que as orações são sempre atendidas por aspectos diferentes de Deus ou da divindade.

A pesquisa mostrou que mundo pode ser mudado com as orações!

Que há sempre alguma resposta para as nossas orações, mesmo quando não somos aparentemente atendidos.

AS ORAÇÕES SÃO OUVIDAS, MAS NEM SEMPRE SÃO ATENDIDAS

Pesquisas mostraram que as orações são sempre atendidas por aspectos diferentes de Deus ou da divindade.

Em função do preparo das pessoas que oram.

Depende muito da autoridade moral de quem ora.

Depende do mérito da pessoa que hora.

Não receber o que se pede é muito bom. É também ser atendido. Recebemos aquilo que temos direito, em função da justiça de Deus.

O DALAI LAMA diz que “às vezes é uma grande sorte não recebermos aquilo que pedimos a Deus. Ele sabe dos nossos méritos e necessidades.

AS ORAÇÕES PODEM TRANSFORMAR O MUNDO

As pessoas que mais poderiam transformar o mundo através das orações são os chamados “santos”. São os espíritos evoluídos.

Isto é paradoxal, pois as pessoas que menos precisam das orações, são as que poderiam conseguir “os maiores resultados”, pois estão mais alinhadas com a vontade de Deus,

Porém estes espíritos não buscam resultados!

Os que mais “precisam”, em geral, são os que têm menos preparo e conseguem os “menores resultados” com as suas orações.

QUANDO E POR QUÊ FAZEMOS ORAÇÕES

Oramos diante de algumas situações:

  •  A busca de resultados
  •  O crescimento espiritual
  •  Oração intercessória (para ajudar os outros)

Diante de perdas, de situações difíceis ou insuperáveis, doenças incuráveis, problemas financeiros, as pessoas oram em busca de soluções, em geral materiais, motivadas por expectativas mundanas.

Outros, oram por aspirações espirituais maiores, com foco no crescimento espiritual. Não para realizar expectativas mundanas, mas como prática espiritual.

Todas as orações são respondidas

  • Por divindades profanas ou negras e constrói
  • Dívidas para o futuro. (Blasfêmias)
  • Por entidades sagradas (para o bem)

PESQUISAS SOBRE PRECES E ORAÇÕES

A Spiritual Science Research Foundation mostra que até 80% dos problemas da vida têm as suas raízes na vida espiritual basicamente em duas áreas principais.

  • No destino da pessoa (devido à sua programação existencial e reencarnatória)
  • Nos relacionamentos com os antepassados e na efetivação da justiça de vidas passadas.

As constelações familiares confirmam isto.

COMO SÃO RESPONDIDAS E O QUÊ RESPONDE ÀS NOSSAS ORAÇÕES?

As orações são respondidas por energias sutis do Universo. Existem dois tipos de orações quanto ao bem e o mal.

Orações e para o mal (vibrações negativas)

As primeiras – as orações inconscientes feitas às energias negativas, pensamentos que causam danos e influenciam para o mal.

Blasfêmia, inveja, pensamentos negativos equivalem a orações para o mal.

Entidades inferiores que aproveitam energias menores, embora atingir ou não, dependa da força moral dos seus alvos.

–  Orações para o bem

Por outro lado – As orações para o bem, são focadas no crescimento espiritual e são respondidas por divindades de alto nível com energias positivas.

O QUE SIGNIFICA BENZER?!

Significa “derramar bênçãos”, abençoar, colocar-se na torcida para que algo de bom aconteça à alguém.

Procurando o sentido antigo da benzeção e da bentificação, percebo que há uma manifestação de energia que a Instituição Acima (SRF) considera também uma forma de prece.

POR QUE NÃO ORAMOS?

  • Não sabemos da força da oração.
  • Não temos o hábito de orar.
  • Não temos certeza sobre a funcionalidade da oração e então não nos sentimos motivados.
  • Falta de fé

Os paradoxos da fé (aquele que tem fé precisa da não existência da coisa na qual ele acredita. Não precisa da comprovação das coisas nas quais acredita. 

PARA QUÊ ORAMOS?

Para pedir, agradecer, louvar ou reverenciar.

A oração precisa partir de nós, porém, Deus não precisa das nossas orações. A oração faz mais bem para aquele que ora, do que para o plano divino em si mesmo.

Que tipo de bem?

Recompensa antecipada

  • Quem ora com fé, conta antecipadamente com os resultados de sua fé.
  • Muda o nosso posicionamento espiritual.
  • Atrai bons espíritos.
  • Aumenta as nossas forças.
  • Aumenta a nossa esperança.
  • Com as orações recebemos mais conforto e resignação.

Se acredito que vou ser atendido, e estou certo que vou conseguir pagar uma conta no ANO QUE VEM, isto já me tranquiliza agora. Recebo uma ajuda antecipada!

PARA ALGUNS SERIA DESNECESSÁRIO ORAR

Supõem que Deus não precisa dos nossos louvores ou agradecimentos. Há quem diga que orar não serve para nada. Porque Deus já sabe de tudo o que precisamos, etc.

A prece não muda os decretos de Deus

Mas muda “como vemos” as coisas e isto nos tranquiliza, porque nos faz mais resilientes e assim “concordamos” mais com os desígnios de Deus.

Viktor Frankl – diz que “Quando estamos diante de uma realidade imutável, de algo que não muda, nós precisamos nos mudar” diante deste fato. (Divaldo Franco)

Jean-Paul Sartre – O mundo, “a vida às vezes parece agir contra nós. Mas não importa o que o mundo faça de nós, o que importa é o que a gente faz com aquilo que o mundo de nós”.

Milton EricksonTécnica da utilização. Tudo acontece sempre para o nosso bem. Está tudo certo e tudo deve estar seguindo a justiça do alto.

Lei do amor – Segundo Erickson diz que “Se eu quero ser feliz, eu preciso fazer com que todos a minha volta sejam feliz comigo”.

Isto é um paradigma!

SOBRE COMO FUNCIONA A ORAÇÃO?

A oração é uma linguagem. É uma forma de comunicação com a transcendência. Se me dirijo a Deus eu o reconheço e percebo a sua existência.

Se eu não tivesse fé, eu não o reconheceria, logo não faria oração alguma!

OS LIMITES DA ORAÇÃO

  • Não elimina as nossas provas
  • Não anula as nossas faltas e nem nos deixam impunes.
  • Nada é perdoado
  • Mas suaviza as penas (muda a energia)

O QUE FAZ A PRECE SER ATENDIDA

  • A necessidade (não sabemos se precisamos)
  • Merecimento (é justo?)
  • Persistência (pedir com fé eu vou que a fé!)
  • Saber pedir (pedimos o que não convém)
  • Ensina-me a orar (Jesus ensina o pai nosso)
  • Algumas coisas podem vir de nós mesmos
  • Outras coisas podem vir de fora
  • Orar pelos que nos perseguem e nos maltratam
  • Orar pelos desafetos ajuda na reconciliação, impede a piora das coisas.

AS NOSSAS VIDAS DEVEM SER A NOSSA ORAÇÃO

Para concluir: A Nossa Irmã Terezinha de Oliveira, citando Confúcio afirma que:

A prece do dia é cumprimento dos nossos deveres. A minha vida é a minha oração”.

Tudo o que acontece nos pede uma oração:

  •  Está sofrendo? Peça melhora.
  •  Está bem? Agradeça.

Se tudo acontece para o bem, então devemos agradecer por tudo. Só temos a agradecer!

A prece é antes de tudo um ato de amor, de contrição e de agradecimento.

Não devemos nunca renunciar a prece, nem perdermos a oportunidade de orar, especialmente em grupos, associando os nossos corações em torno de uma intenção ou mesmo de um objetivo.

E por falar que a nossa vida é uma oração, “Esta foi a vida da dona Terezinha”.

Por José Carlos Vitor Gomes

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.